sexta-feira, 29 de outubro de 2010

iCarly fanfic 6 2ª temporada

Olá, gatinhos e gatinhas! Mais uma fic; espero que gostem! Muito , muito obrigada pelo apoio e incentivo - mais de 3000 visitas, estou muito feliz!!! Vocês são demais!!!
Obrigada a todos pelos comentários no poema "Seddie" - fico feliz que tenham gostado!!! Obrigada, Samya, por ler minhas fanfics, comente mais vezes :)


*DIREITOS DE iCarly RESERVADOS A DAN SCHNEIDER E A NICKELODEON

***TCH@U, FREDDIE***

ESTÚDIO DO iC@RLY

– E quando você vai? – perguntou Carly a Freddie.

– No fim de semana.

– O quê!? Por que não me contou antes?

– Não queria falar, pra não tornar isso mais difícil... não fala pra Sam.

– Você só vai embora por que terminou com ela?

– Não vou embora. É só um mês. Eu percebi que não poderia perder essa chance de novo.

– Você vai dizer a ela quando? No dia da viagem?

– Não sei, mas eu tenho que dizer.

– E, aí, Carly? – disse Sam, entrando no estúdio. – E, aí, Nerd Benson?

– Oi, Sam – disseram os dois.

– Nossa, que animação – disse Sam, irõnica.

N@ S@L@ DO @P@RT@MENTO

Spencer estava com um monte de latinhas de refrigerante espalhadas pela sala.

– O que vai fazer? – perguntou Carly, enquanto ela, Sam e Freddie tomavam sorvete, na cozinha.

– Não faço ideia – disse Spencer.

– E pra que as latas? – perguntou Sam.

– Fui até o depósito do Meião e elas estavam lá, então achei que poderia ter uma ideia boa para uma escultura.

– Sabe quem encontrei semana passada e perguntou por você? – perguntou Carly.

– Quem?

– A Verônica.

– E você não me disse nada!?

– Esqueci. Mas você não terminou com ela? Por que ficou tão aborrecido por eu não ter falado?

– Não chegamos a terminar formalmente. Apenas nos afastamos.

– Liga pra ela – disse Sam. – Não perca a chance de ser feliz.

Spencer pegou o celular e ligou para Verônica.

– “Não perca a chance de ser feliz”!? – disse Freddie, olhando para Sam. – Desde quando é tão romântica?

– Ah, só tô tentando ajudar um amigo! – disse Sam, aborrecida.

NO COLÉGIO

– Oi, Sam – disse alguém, enquanto a garota colocava os livros no armário. Ela virou-se.

– Jonah? O que você quer? – perguntou Sam, aborrecida.

– Nada. É só que eu soube o que aconteceu.

– O quê?

– Você tava namorando o Freddie Benson e ele traiu você com a Carly.

– O que você tem com isso?

– Não acho legal o que ele fez. Você é uma garota tão legal.

– Vê se me erra, Jonah – Sam ia saindo.

– Aposto que não se vingou dele e adoraria fazer isso. – Sam parou e olhou para ele. – Aceita ir comigo ao Shake da Hora hoje?

– Não.

– Se quiser conversar vou lá hoje. – Sam saiu.

NO SH@KE D@ HOR@

Sam entrou na lanchonete, mas não tinha certeza se deveria estar ali, afinal Jonah não era digno de confiança.

– Ah, você veio – disse Jonah ao vê-la.

– Não, tô em casa – Sam sentou-se.

– Sabe, Sam, eu me arrependi de ter usado você pra ficar com a Carly. – Ele segurou a mão dela. – Sério mesmo. Você é uma garota legal. É uma pena eu ter percebido isso só depois de te perder.

– Por que tá me dizendo isso agora? – Sam puxou a mão.

– Eu percebi isso há um tempo, mas você tava com o Benson, então eu achei melhor não me aproximar.

– O Benson também é um traidor! Não se pode confiar em ninguém.

– Se quiser, eu posso te ajudar a dar um lição no Benson. Só pregar uma peça, nada demais – disse Jonah.

NO COLÉGIO

– Tudo certo, Sam – disse Jonah, quando passou por ela e Carly, no corredor. Freddie estava doente e foi embora mais cedo.

– O que ele quis dizer? – perguntou Carly.

– Nada.

– Não acredito que tá falando com ele depois...

– Ah, deixei meu celular na sala. Esperaí – disse Sam e voltou. Quando chegou à porta, viu, pelo vidro, Wendy e Jonah conversando. Abaixou-se e entreabriu a porta.

– Ela caiu direitinho – disse Jonah.

– Disse a Carly o que a Sam pretendia fazer, mas ela não acreditou – disse Wendy.

– A sam vai acabar se entregando quando souber o que eu fiz. Édemais poder me vingar dos idiotas do iCarly.

– E o Freddie vai se arrepender por ter me chutado – disse Wendy, com rancor. Sam entrou na sala e deu um soco em Jonah.

– Seu idiota! – disse Sam e pegou Wendy pelo cabelo.

– Sam! – disse Carly, entrando na sala. Conseguiu separar as duas.

– O que você fa, idiota? – perguntou Sam a Jonah.

– Talvez a bomb não seja de mentira. – Sam pegou seu celular na carteira de Wendy e saiu correndo. Carly foi atrás dela.

@P@RT@MENTO DE FREDDIE

No caminho, Sam contou tudo a Carly, sobre a peça que ela pretendia pregar em Freddie, com a ajuda de Jonah.

– Não acredito que fez isso – disse Carly, tocando a companhia. A sra. Benson abriu. Freddie estava sentado no sofá, com uma caixa na mão. Sam entrou no apartamento, pegou a caixa e abriu. Dentro havia um dispositivo retangular com um relógio, marcando vinte segundos. Sam começou a puxar os fios. Wendy e Jonah chegaram ao apartamento. O cronômetro zerou e a bomba explodiu em confetes no rosto de Sam. Wendy e Jonah caíram na gargalhada.

– Que sujeira na minha sala – disse a sra. Benson, aborrecida.

– Vou acabar com vocês – disse Sam, patindo para cima deles. Carly e Freddie a seguraram.

– Ah, você acreditou? – disse Wendy, rindo.

– Foi tudo armado – disse Jonah. – Pra você voltar pra sala. A Wendy pegou seu celular.

– Conseguimos nos vingar dos três. Quero ver se depois dessa, a Carly e o Freddie vão querer você como amiga – disse Wendy.

– Sai daqui – disse Carly, empurrando os dois para fora e fechando a porta.

– O que aconteceu? – perguntou Freddie, confuso.

ESTÍDIO DO iC@RLY

– Desculpa, gente, de verdade – disse Sam. Os três estavam sentados nos pufes. – Eu não deveria ter confiado no Jonah.

– Esquece, Sam – disse Carly.

– Você tá, Benson? – perguntou Sam.

– Tô. Acho que foi só um resfriado – respondeu Freddie. – Tudo bem, Sam. Eu não tô acusando você de nada. Aqueles idiotas se aproveitaram da sua raiva... Eu já vou. Falta muita coisa pra colocar na mala – ele levantou-se.

– Mala? – perguntou Sam. – Vai viajar?

– Vou.

– Por um mês – disse Carly.

– Quê!? – falou Sam, levantando-se.

– Carly! – disse Freddie. – Ahn, eu ia te contar, Sam... É que... eu fui chamado pra fazer o intercâmbio na Austrália e eu vou... é só um mês.

– E quando você vai? – perguntou Sam.

– Amanhã... – Eles ficaram em silêncio. – Preciso ir agora – disse Freddie, por fim e saiu.

– Também já vou – disse Sam e e saiu. Carly foi atrás dela.

– Sam – chamou Carly, quando a garota chegou à porta da sala. – Se precisar conversar, tô aqui.

– Valeu – a garota saiu.

– O que foi? – perguntou Spencer, sentado ao balcão da cozinha, com o queixo apoiado nas mãos.

– A Sam descobriu sobre a viagem do Freddie. – Carly sentou-se ao balcão. – E, aí, você e a Verônica?

– Ela tá namorando.

– E a escultura?

– Sem inspiração.

@P@RT@MENTO DE FREDDIE

Carly tocou a campanhia e Fredie veio atender.

– Tá quase na hora de você ir, né? – perguntou Carly.

– É...

– Boa viagem – disse Carly, abraçando Freddie. – Vamos sentir saudades.

– Eu também. Cadê a Sam?

– Ela disse que não quer se despedir.

– Sabe onde els tá?

– Não.

– Mãe, temos quanto tempo?

– Quarente minutos – disse a sra. Benson, verificando as malas.

– Ótimo – Freddie e Carly saíram e ele fechou a porta.

ESC@D@ D@ S@ÍD@ DE EMERGÊNCI@

– Oi, Puckett – disse Fredie. Sam estava sentada na mureta. Ele sentou-se ao lado dela.

– Não tá na hora do seu voo?

– Daqui a pouco. Mas não poderia ir sem falar com você. – Ele pegou na mão dela e olhou-a nos olhos. – Eu só queria que soubesse que me arrependi muito de ter beijado a Carly.

– Ms você disse que ainda gosta dela.

– Me enganei. Eu fiquei muito mal quando percebi que não voltaria mais pra mim... Carly estava mal e quase nos beijamos, mas eu pensei imediatamente em você... eu confudi tudo. Gosto da Carly só como amiga... Tudo que eu disse aquele dia é mentira, eu tava com raiva. O tempo que passei com você foi maravilhoso.

– Não quero vá embora – disse Sam. – Se é por minha causa, eu...

– Não, Sam, não é por sua causa. Fui chamado de novo e não poderia perder uma chance dessas.

– Também não posso pedir que faça isso.

– Segundo Roger Bussy-Rabutin “a distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno , inflama o grande”. Espero que o nosso seja o segudndo.

– Você é muito nerd – disse Sam e os dois riram. – Decorou a frase do cara... E o colégio? E o iCarly?

– O diretor Franklin me deu uma licença; quando eu voltar, vou ter aulas extras e volto nates das últimas provas.E o iCarly, acho que vocês se sairão muito bem.

– Acho que sim.

– Ahn, tenjo que ir ou vou perder o voo – disse Freddie, levantando-se. Sam levantou-se também e os dois abraçaram-se.

– Tchau, Freddie – disse Sam, ainda abraçados.

– Vou sentir saudades – disse ele, quando se afastaram. – Tchau. – Fredie saiu. Depois, Sam também saiu.

FIM

8 comentários:

  1. pelo geito a fic vai ser muito boa,mas eu que se a sam voltar com o freddie vai ficar meio previsivel,mas não sei se vai ser isso mesmo que vai acontecer,de qual quer forma quem deside é vc!

    ResponderExcluir
  2. SÔ! Que lindo o comentário que você me deixou, também amo você e sabes disso não né?!
    Fico feliz ao ver seu sucesso aqui no blog, você ainda vai longe.. ;D e eu estarei sempre torcendo por você.

    Deus te abençõe, obrigado por tudo.
    Excelente dia
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Legal ! Amei Bonitinho a parte :
    – Liga pra ela – disse Sam. – Não perca a chance de ser feliz.
    Spencer pegou o celular e ligou para Verônica.
    – “Não perca a chance de ser feliz”!? – disse Freddie, olhando para Sam. – Desde quando é tão romântica?
    – Ah, só tô tentando ajudar um amigo! – disse Sam, aborrecida.

    MUI CUTE !!!

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAAAAAAAA continuaa

    ResponderExcluir
  5. achei essa sua fic a melhor até agora,ficou romantica,mas não melosa,e acho que vc fez a coisa certa em colocar o freddie para viajar,a viajem será ótimo para que vc tenha idéias otimas para os outros capitulo,espero que a pproxima parte chegue logo!

    ResponderExcluir
  6. Ahhh! Muiiiito fofa a sua fic!!! Posta a próxima logo, hein... Não me deixe muito curiosa!

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  7. vc è uma otima escritora com certeza eu leria um livro seu!!!!!! to loca pra ler o proximo capitulo da fic!!!!!que a sam não sofra muito no capitulo qu vc vai fazer!!!!!
    bjs samya!

    ResponderExcluir
  8. Owwn, que perfeito *-*
    Posta a outra fic logo amr (:
    VICIEI JÁ (: *-*

    ResponderExcluir