quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

FANFIC "Deu a louca na Nickisney" Episódio 1

Olá, gatinhos e gatinhas! Espero realmente que gostem! Comentem, please! Dedicada a todos os fãs de Jen McCurdy, Mi Cosgrove, Nathan Kress, Demi Lovato, Sel Gomez, Miley Cyrus, Justin Bieber, David Henrie, Drew Roy, Sterling Knight, Victoria Justice, Madisen Hill... E para May, minha grande incentivadora e quem me ajudou a criar a história.

*ESTA É UMA HISTÓRIA DE FICÇÃO. NOMES USADOS APENAS COMO REFERÊNCIA. OPINIÕES EXPRESSAS E AÇÕES SÃO PURAMENTE FICTÍCIAS, SEM INTENÇÃO DE OFENDER OU DIFAMAR AS PESSOAS MENCIONADAS, NEM SEUS FÃS.



Episódio 1

PRIMEIRO DIA DE AULA

Na cidade litorânea de Nickisney, na Rua Walt Schneider, há uma casa de dois andares, azul-claro, onde mora a família DeLuise.

– Miley e Tori, andem logo ou vão chegar atrasadas no primeiro dia – diz Maria, mãe das garotas. Miley e Tori descem as escadas e se juntam a suas irmãs, no hall. – Cuide das suas irmãs, viu, Demi? – ela dá um beijo na bochecha da filha. – Jen, querida, não fique só com o nariz enfiado nesse livro – tira o livro da mão dela – e solte o cabelo. Ele é tão lindo.

– Tá, mãe – diz Jennette, tentando pegar seu livro. A mãe devolve-o.

– Sel e Mi, sejam legais e obedeçam a Demi – diz a mãe às gêmeas bivitelinas.

– Ok, mãe – respondem as duas.

– Tori, você é vitoriosa, não importa quais suas dificuldades – diz à garota com o notebook. – Miley, fique longe de confusão.

– Vamos? – pergunta David DeLuise, vindo da cozinha. – Tchau, querida – dá um beijo na mulher e abre a porta. As seis filhas saem e entram na mini-van, estacionada na frente da casa.

– Tchau, mãe – gritam.

– Tchau – diz a mãe, sorrindo. Ela fecha a porta quando o carro vira a esquina.



Na casa da frente, mora a família Stewart. A srª Stewart – que prefere ser chamada de Mary – está tomando café com os cinco filhos na cozinha.

– Adiantem, garotos, ou vamos chegar atrasados – apressa Mary.

– Temos algum tempo ainda – diz Nathan, comendo panquecas.

– Mãe, eu quero falar com a senhora – diz Drew, o filho mais velho, baixinho.

– Fale, Drew – diz a mãe, ocupada com os sanduíches dos filhos.

– Vem cá. – Os dois saem da cozinha. – Ele ligou pra cá ontem.

– O quê!? – a mãe pergunta, surpresa e com raiva. – Ele não tinha esse direito!

– Calma, mãe. Não acha que é hora dos outros saberem a verdade?

– Não!

– Mas...

– Não, Drew! Esqueça isso. Ele morreu pra mim. Pra todos nós – Mary diz, com raiva. Olha para o outro lado para o filho não ver as lágrimas. – Vamos pra escola. – Ela volta para cozinha e distribui os saquinhos de papel, com o almoço, para os filhos. – Vamos. Sônia, faça o peixe, que está na geladeira, para o jantar, ok? – diz à empregada.

– Sim, senhora.

– Tchau, Sônia. – Eles saem.

A escola Secundária de Nickisney fica na parte leste da cidade, na Rua Doug Funny. Uma construção antiga, mas conservada, de dois andares, pintada de branco.

O sr. DeLuise estaciona sua mini-van na frente da Escola ao mesmo tempo que Mary estaciona sua caminhonete no estacionamento para funcionários.

– Chegar no meio do semestre é péssimo – diz Jennette, quando saem do carro.

– É uma maneira de chegar com estilo – diz Selena.

– Mas você não sabe o que é isso – diz Miranda, observando a roupa casual da irmã.

– Miranda... Vai dar tudo certo – Demi sorri. – Tchau, pai – As seis encaminham-se para porta da frente.

– Não são as nossas novas vizinhas? – pergunta David aos irmãos, indicando as garotas.

– São – diz Justin.

– Elas são gatas – diz Drew.

– Olha o respeito, Drew – repreende a mãe.

– Só tô falando a verdade. – Eles entram na escola.

Buenos días – diz a professora de espanhol, entrando na sala. Os alunos sentam-se. – Temos alunas novas na classe, verdad? Levantem-se, por favor. – Demi e Jennette levantam-se, tímidas. – Bem-vindas à turma do 2º ano, Demi e Jennette DeLuise. Eu sou a srta. Rodriguez. Então, classe?

Bienvenidas – dizem os outros, olhando para elas. Os olhares de Jennette e Nathan cruzam-se e ela olha para o chão. As garotas sentam-se.

Vamos empezar – diz a professora, sorrindo.

Na hora do almoço, as garotas sentam-se juntas, à mesma mesa.

– Eu não acredito que mamãe e papai resolveram acabar com a nossa vida trazendo a gente pra cá – reclama Miranda.

– Eu acredito – diz Selena, mexendo na comida. – O que exatamente é isso?

– Ensopado – diz um garoto, aproximando-se, acompanhado de mais quatro. – Podemos sentar com vocês? – As garotas dizem sim. Como a mesa é pequena, eles juntam outra e sentam-se. – Eu sou Sterling. Esses são meus irmãos, Nathan, Drew, David e o caçulinha Justin.

– Não sou o caçulinha – diz Justin, vermelho.

– Eu sou Demi, essa é a Jennette... Jen? – A garota que está concentrada no livro levanta a cabeça. – Selena, Miranda, Victoria e ... – Demi procura por Miley. – É, a nossa outra caçulinha sumiu.

– Eu vou ao banheiro – diz Justin e sai.

– Ele odeia que a gente trate ele como criança – diz Nathan.

Que a gente O trate como criança – corrige Jennette, sem tirar os olhos do livro.

– Hum – faz ele. – Desculpa, professora – os outros riem.

Justin sai do banheiro masculino ao mesmo tempo que uma garota sai do feminino. Mas ela não o vê e corre para o refeitório. Quando o garoto está mais adiante no corredor, uma série de explosões ocorre no banheiro.

– Sr. Stewart! – grita a srª Briggs, professora do História, saindo de uma sala e caminhando até ele.

– Eu não fiz nada, srª Briggs – diz Justin.

– Claro que não. Vocês nunca fazem nada – ela pega-o pela orelha e o leva para diretoria. – Diretor Savage, o sr. Stewart explodiu o banheiro feminino.

– O quê!? – pergunta Fred Savage. – Claro que não. Justin é um dos nossos alunos mais comportados.

– Não fui eu, eu juro – diz Justin, desesperado. – Foi a... – ele hesita.

– Quem? – pergunta o diretor.

– Diretor Savage, eu... – diz Mary, entrando na sala. – Justin? O que tá fazendo aqui?

– Ele foi pego perto do banheiro femino que explodiu – diz a sra. Briggs.

– Justin? – pergunta Mary, decepcionada. – Você não fez isso, não é?

– É, fiz sim – diz ele, olhando para o chão.

– Sei que não foi você – diz Mary a Justin, depois do jantar. – Olhe nos meus olhos e fale a verdade.

– Fui eu mesmo, mãe – diz ele, sem olhar para ela. – Desculpa.

– Tudo bem. Se quer levar a culpa por outra pessoa...

A campanhia toca e David vai atender.

– Oi – diz Miley, parada na porta.

– Oi. Você é uma das garotas da frente, né?

– Sou. Justin está?

– Tá, sim. Justin! – grita ele. – Uma das gatas da frente quer falar com você.

– David! – grita Mary, da cozinha.

– Entra – diz David, quando Justin chega à sala.

– Se manda – diz Justin. David sai. – Oi.

– Eu preciso falar com você – diz ela. Justin fecha a porta e eles sentam-se na varanda. – Por que você se entregou no meu lugar?

– A srª Briggs me pegou na cena do crime – responde Justin. – E eu vi sua ficha. Você foi expulsa de duas escolas. Não queria ser expulsa da terceira, né?

– Viu minha ficha?

– Minha mãe trabalha com os arquivos da escola. Estava em cima da mesa dela semana passada.

– Coloquei você em uma enrrascada, né? – pergunta Miley, mordendo o lábio.

– Recebi uma detenção e minha mãe vai pagar o conserto do banheiro.

– Não era pra você...

– Não se acostuma – diz ele, jogando o cabelo para trás com um movimento de cabeça. – Foi a única e última vez. – Ele vai saindo.

– Obrigada mesmo – diz Miley.

– Até amanhã, senhorita Encrenca – ele sorri. Entra e fecha a porta. Miley atravessa a rua e entra em casa.

9 comentários:

  1. Estou adorando o que você está fazendo com a Jennette e com o Nathan!

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAAAAA AMEI(sou eu @Feeh_Mendes)
    Vai continuar né
    essa fic da até um filme sabia kkk
    Muito Boa

    ResponderExcluir
  3. Uma ideia boa pro seu blog é voce postar o dia que vai ser cada fic que voce faz .
    suas fanfics sao otimaas e se voce escrever um livro me avise que eu compro =)

    ResponderExcluir
  4. Seddie - s226/01/2011 19:24

    Oiee...
    Soraya, eu nunca comentei, mais eu adorooo suas fic's
    todo dia eu entro pra veh se vc atualizo..!!
    eu adorei quase todos os cap. das tempora das (menos quando Sam e Freddie terminam!)
    contuniaa, a 3ª temporada e essa fic misturadaa!!
    Q eu gosteei!!

    bj's :*
    Byee

    ResponderExcluir
  5. hihihhihihih ameiiiiii!! parabensss ! curiosaaa!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Soraya! :D Passa lá no meu blog e comenta o que achou da minha segunda fic? (http://icarly-fanfics.blogspot.com/)

    ResponderExcluir
  7. Aaah... Que legal!
    No geral, não gosto muito de crossover - a maioria deles é mal escrito =P
    Mas, esse está muuuuuito bom! Bem escrito, o comportamento de cada um... Não sei explicar... Combina com eles, entende??
    Não gosto do Justin Bieber (tá, é mais que isso... eu odeio ele sem motivos e não consigo deixar de odiá-lo) mas vou me esforçar para ler xD até porque, essa FIC já se tornou uma das minhas favoritas!
    A Madisen Hill vai estar na fic?? Hm... Admito que acho ela simpática ^^ e que ela tem uma voz linda... mas não chego a ser fã xD
    Jenn e Nathan =) ahhhh, eu me sinto meio estúpida, mas... AMO os dois juntos xDDD

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  8. Ahh!! Tah, um fato que não escondo de ninguém: EU AMO SUAS FICS *-*
    Justin Bieber ¬¬ Irei fazer um esforço tremendo pra não xinga-lo enquanto leio u.u (ODEIO ELE!)
    Senhorita encrenca? Eu rachei nessa parte, porque minha avó é conhecida na rua dela como Dona Encrenca XD
    Bem, vou continuar a ler. Bye

    ResponderExcluir