quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

FANFIC "Deu a louca na Nickisney" Episódio 8

Olá, gatinhos e gatinhas! Obrigada pelos comentários, pelo apoio e por fazerem o número de visita chegar a quase 10.000. Vocês são demais! Agradeço àqueles que me seguem no Twitter também!

*ESTA É UMA HISTÓRIA DE FICÇÃO. NOMES USADOS APENAS COMO REFERÊNCIA. FATOS E OPINIÕES SÃO PURAMENTE FICTÍCIAS, SEM INTENÇÃO DE OFENDER AS PESSOAS MENCIONADAS NEM SEUS FÃS.

EPISÓDIO 8

A INAUGURAÇÃO


Joe chega à Pizzaria e Asheley aproxima-se.

– Você está péssimo – diz ela. – O que aconteceu?

– Demi ficou muito triste. Saiu correndo de casa; não sei pra onde ela foi. Estou me sentindo muito mal.

– Não fica assim, não. Com o tempo ela vai entender – diz Ashley, sorrindo.

– Joe, a gente vai cantar ou não? – pergunta Nick, aproximando-se.

– Depois, Nick – diz Joe e sai. Ashley vai atrás dele.

- Oi, Nick – diz Miley, aproximando-se. – Viu a Demi por aí? Papai e mamãe estão procurando por ela.

– Não vi.

– Oi, Senhorita Encrenca – diz Justin.

– Oi, Justin. Viu Demi por aí?

– Vi ela sair correndo, quando eu tava saindo de casa. Ela desceu a rua.

– O que será que aconteceu?... Ah, Justin, esse é o Nick. Nick, Justin.

– Fala, cara – diz Justin, apertando a mão de Nick. – Vocês são namorados?

– Não – dizem os dois.

– Eu tenho que encontrar Demi – diz Miley e sai.

– Tá afim dela? – pergunta Nick a Justin.

– Não – diz Justin. – É só uma amiga. É em outra DeLuise que tô interessado. – Ele está olhando para Selena, do outro lado da Pizzaria.

– Ah, entendi.

– Oi, gata – diz Nate Wolff, aproximando-se de Miranda.

– Ah, oi, Nat – diz ela, sorrindo.

– Fala, Nat – diz Drew, simpático, aproximando-se. – Some daqui – fala, entredentes, fechando a cara.

– Qualé, Drew, ela nem é sua namorada – diz Nat.

– Não quer dizer que eu quero que ela faça parte da sua lista.

– Drew, eu tô conversando com Nat – diz Miranda. – Dá licença?

– Ouviu? – pergunta Nat a Drew.

– Depois não diga que não avisei – diz Drew a Miranda e sai.

– Ele tá com ciúmes de você. Só isso – diz Nat, sorrindo. – Eu não tenho uma lista. Eu acho que é importante um relacionamento sério, sabe? Sentimento não é coisa pra se brincar.

– Ah, Nat, você é tão fofo! – diz Miranda, sorrindo.

Miley sai da Pizzaria e esbarra em um homem que entra.

– Ah, desculpa, senhor – diz ela. O homem encara-a.

– Qual seu nome, garota? – pergunta ele, parecendo impressionado.

– Miley DeLuise. Por que?

– Não, só...

– Miley – chama Nathan, aproximando-se e o homem sai, apressado. – Sterling me ligou e pediu pra avisar seus pais que Demi está com ele. Ela explica depois... Viu minha loirinha por aí?

– Ela tava na cozinha – diz Miley e Nathan sai. Quando Miley vira-se para entrar na Pizzaria esbarra em Drew.

– Ah, desculpa, Miley – diz Drew. – Viu Miranda por aí?

– Por que eu tenho que saber onde tá todo mundo? – pergunta Miley, aborrecida.

– Minha noite não tá melhor que a sua, se quer saber – diz ele, ríspido, e sai. Drew vai descer a rua, mas ao passar pela frente da casa dos DeLuise vê Miranda e Nate beijando-se, no jardim. Ele volta para Pizzaria.

Nathan entra na cozinha e Jennette está concentrada, colocando queijo mussarela em uma pizza. Outros cozinheiros trabalham no lugar.

– Estava com saudades – diz ele ao ouvido dela, abraçando-a, e ela assusta-se.

– Não faz isso, garoto – disse ela, sorrindo, e vira-se de frente para ele. Jennette passa os braços pelo pescoço dele. – Desculpa te deixar sozinho, mas a pizzaria tá cheia e meus pais precisavam de ajuda.

– Tudo bem – Nathan sorri de lado e a puxa para mais perto. – Só quero uma coisa – e a beija.

– Hum, hum – faz o sr. DeLuise, parado na porta. Os dois afastam-se e Jennette está muito vermelha. – Muito bem, Stewart, se você quer namorar minha princesa, vai ter que seguir minhas regras.

– Pai – diz Jennette.

– Nada de muita proximidade – DeLuise continua como se não tivesse sido interrompido. – Vai ter que me pedir autorização para namorar ela e começar a trabalhar.

– Sim, senhor – diz Nathan, sem demonstrar medo.

– David – disse Maria, entrando na cozinha –, pare com isso. Eu estive conversando com a mãe do Nathan e ela me garantiu que ele é um ótimo rapaz. Deixe o Nathan e a Jen em paz. Temos que nos preocupar com Demi e com a inauguração.

– Ah, Sterling me ligou e disse que Demi está com ele – diz Nathan.

– Quem é Sterling? – pergunta o sr. DeLuise. – E por que raios Demi está com ele?

– Sterling é meu irmão – diz Nathan. – Ele disse que Demi explica depois.

– Mas o que aconteceu? – pergunta Maria, preocupada.

– Eu vou buscá-la – diz o sr. Deluise e vai saindo quando Leon entra na cozinha e entrega um papel a ele. Ele abre e lê: “Sr. DeLuise, acho que o senhor gostaria de saber que Miranda está bem à vontade com um garoto, lá no jardim. Um amigo.“ – O quê? – O sr. DeLuise sai da cozinha, “soltando fogo peles ventas”, atravessa a pizzaria, chega à rua e entra no jardim de casa.

– Calma, David – diz Maria, indo atrás dele.

– Miranda DeLuise – grita o pai, ao vê-la com Nat. Os dois afastam-se.

– Pai? – pergunta Miranda, surpresa.

– Venha comigo – diz ele, segurando Miranda pelo braço. – E você, garoto, circulando.

– Pai, não faz isso – diz Miranda, envergonhada. O pai puxa-a para dentro da Pizzaria e a coloca sentada em um dos bancos, ao balcão. – Fique aí. Tori, querida, fique de olho na sua irmã e não deixe ela sair daqui. – Miranda cruza os braços e fecha a cara.

– Sr. DeLuise – diz Joe, aproximando-se. – Eu já vou indo.

– O quê!? Mas e o show dos Jonas?

– É, cara, a gente prometeu que ia cantar – diz Nick ao irmão.

– Calma, David, você está muito nervoso – diz Maria. – Meninos, por favor, se vocês puderem tocar, seria ótimo.

– Claro, sra. DeLuise – diz Nick e puxa o irmão para o pequeno palco.

– Nathan, querido – diz Maria, ao vê-lo –, você poderia buscar a Demi? Diga a ela que nós estamos preocupados e a queremos aqui.

– Vou, sim, sra. DeLuise – diz Nathan e sai.

– Tori, Sel – ela chama a filha, ali perto –, Mi vão servir as mesas.

– Nem pensar – diz Miranda, chateada.

– Então você fica no caixa – diz Maria – e não saia, pelo amor de Deus. – Miranda passa para o outro lado do balcão, a contra-gosto. – Você é Leon, amigo de Tori, sim? – Leon confirma. – Pode nos ajudar?

– Claro, sra. DeLuise – diz ele, sorrindo. – Só não sou bom em anotar pedidos.

– Tudo bem. Você troca de lugar com Jen.

Os Jonas Brothers estão cantando When you look me in the eyes (http://www.kboing.com.br/jonas-brothers/1-47912/) e levando as garotas à loucura, enquanto a pizzaria realmente começa a funcionar.

– Qual o problema em anotar pedidos? – pergunta Tori a Leon, depois de um tempo.

– Eu sou disléxico – diz ele.

– Sério? – pergunta ela, surpresa.

– É.

– E você é do jornal da escola?

- Ajudo no que posso. Não escrevo com frequência e quando escrevo, primeiro passa pela Keke. Co-ordeno a rádio, na verdade.

– Isso é legal – diz Tori. Ela olha para o chão. – Eu também tenho dislexia.

– Ah, por isso disse que não poderia fazer parte do jornal – diz Leon. – Desculpa, Tori. Fui tão insistente.

– Não. É que eu fiquei com vergonha de te contar – diz ela.

– Bobagem – diz ele. – Soube que você é muito talentosa. Demi me disse que você era a melhor do Clube de Teatro da sua escola...

Demi, Sterling e Nathan chegam quando o Jonas terminam de cantar “S.O.S.”

http://www.kboing.com.br/jonas-brothers/1-47911/

– Olha só, a nossa amiga Demi apareceu – diz Kevin ao microfone. – Vem cá, Demi, canta uma com a gente.

– Não faz isso, cara – cochicha Nick para Kevin, tapando o microfone.

– Quê? – pergunta Kevin. Miley puxa o coro de “Demi! Demi!” e os outros seguem-na. Demi olha para Sterling, o único que sabe como ela está se sentindo.

– Vai lá e mostra pra ele que você não precisa dele – Sterling cochicha no ouvido de Demi. Ela sobe no palco e sorri.

– Boa noite, pessoal! Obrigada por virem à inauguração da Pizzaria e Lanchonete DeLuise! Vamos cantar uma música de autoria minha e do Joe – diz ela. – Make a Wave. http://www.kboing.com.br/demi-lovato-e-joe-jonas/1-1032749/


Durante a música, Joe tenta aproximar-se de Demi, mas ela sempre se afasta, discretamente. Quando terminam, Demi desce do palco e em momento nenhum olha diretamente para Joe. As pessoas aplaudem e assobiam.

– Você foi incrível – diz Sterling, sorrindo, quando Demi aproxima-se.

– Eu vou pra casa – diz ela. – Se eu ficar mais um tempo aqui, eu desmorrono. – Eles saem.

– Boa noite! – diz Sterling, na porta da casa de Demi e dá um beijo na bochecha dela.

– Obrigada, Sterling – diz Demi, triste. – Boa noite! – ela entra em casa. Sobe para seu quarto, joga-se na cama e as lágrimas irrompem.

No dia seguinte, os Jonas e Ashley vão se despedir dos DeLuise, mas Demi não desce para vê-los.

– Onde está Demi? – pergunta o sr. DeLuise.

– No quarto – diz Jennette.

– Eu posso falar com ela? – pergunta Joe.

– Pode, querido - diz a sra. DeLuise e o rapaz sobe as escadas. Ele bate na porta do quarto de Demi e ela diz “Entra”.

– O que você quer? – pergunta Demi ao ver que é Joe.

– Demi – diz ele, aproximando-se dela. Ela dá um passo atrás. Ele para. – Eu sinto muito que tenha sido assim. Eu não escolhi me apaixonar pela Ash... A gente não manda no coração... E você é linda, inteligente, legal. Vai encontrar um cara que te ama...

– Tchau, Joseph – diz Demi, com a voz fria, sem olhar para ele.

– Tchau – diz ele, triste, e sai.

Pela janela, Demi vê os Jonas e Ashley entrarem no carro, lá embaixo, e descer a rua. Ela senta-se, encostada na parede, abraçando as pernas e sente o mundo desmorronar a sua volta.

– Demi – chama Miley, entrado no quarto, acompanhada por Jennette. – O que aconteceu? Ontem você sumiu; depois saiu da festa e quando a gente chegou você estava dormindo.

– Não disse nada durante o café e não desceu para se despedir – completa Jennette.

– Joe terminou comigo – diz Demi, com um nó na garganta. Verbalizar aquilo faz o peso da verdade maior e mais doloroso. – Ele se apaixonou pela Ashley.

– O que? – pergunta Miley. – Mas... Sinto muito, mana. – Ela e Jennette abraçam Demi.


Pessoal, vocês já ouviram a nova música da diva Manu Gavassi? http://letras.terra.com.br/manoela-gavassi/1827953/ Eu ameei!


Beijos e lembrem: Comentar é divertido!

6 comentários:

  1. Oiee Sorayaa!!
    E aii?!
    Gostei mtoo desse cap...
    toh esperando oo proximoo!!
    achei fofo a Demi e o Stee!!!
    ADOROO ELLES (naum mais q a jenn e o Nath)
    Continuaa..
    Tah cada vez melhoor
    Kiss***
    BYee*¨*

    ResponderExcluir
  2. gostei! k

    ps.: adoraria ver alguem bebado.

    -xoxo

    ResponderExcluir
  3. own !! Q COISA MAIS MANEIRAAAAAAAAAAAAAAAAA AHHHHHHHHHHHH !!!!!!!!! TO AMANDOOOOO!!

    ResponderExcluir
  4. Oláa, fiic otimaaa =)
    Fiquei sabendo do triste fim das fics icarly
    na 4 temporadaa, fiquei chateadaa,soube que estava fazendo com os '' filhos '' deles,adorariaa leer, entao eu sou a favor das fics com os filhos deles. Soube que as datas das fics que colocou estao ajudando todos =) legaal heheh
    Beijoos Minah do blog - Juliana B.

    ResponderExcluir
  5. Oi sou leitora antiga e nunca postei um comentario mas quero dizer que amo muito suas fanfics de icarly e dizer tbm que andei pensando muito em siffin entao estou procurando pela web uma fic que a carly e o freddie se beijam a sam e o griffin vee terminam os namoros e para se vingar sam e grifin fingem que estao namorando hehe. tomara que um dia escreva uma fic assim Soraia !

    ResponderExcluir