sábado, 19 de fevereiro de 2011

FANFIC "Deu a louca na Nickisney" Episódio 9

Olá, gatinhas e gatinhos! Espero que gostem do novo episódio! Comentem!!!

*ESTA É UMA HISTÓRIA DE FICÇÃO. NOMES USADOS APENAS COMO REFERÊNCIA. FATOS E OPINIÕES SÃO PURAMENTE FICTÍCIAS, SEM INTENÇÃO DE OFENDER AS PESSOAS MENCIONADAS NEM SEUS FÃS.

EPISÓDIO 9

HERÓI


Miranda chega à escola e vê Nat conversando com os amigos.

– Oi, Nate – diz ela, sorrindo, e se aproximando.

– Ahn...oi, Miranda – diz ele, entediado.

– Olha, eu sinto muito pelo meu pai...

– Tudo certo, gata. Esquece.

– Você não ficou zangado? Isso é ótimo! Quer dizer que a gente pode sair...

Nat e os amigos começam a rir. Miranda fica confusa. – Gata, eu não saio com a mesma garota duas vezes. O mundo tem mulheres demais; por que eu vou me prender a uma só, né?

– Mas você disse...?

– Eu digo o que as garotas querem ouvir, linda. – Nate sai, rindo, com os amigos. Miranda vê Drew parado, encostado nos armários, olhando para ela. A garota sai andando rápido até o banheiro feminino. Ela passa por Madisen, Becky e Milly e entra em um dos banheiros.

– Mi, o que aconteceu? – pergunta Madisen, batendo na porta, quando ouve o barulho do choro de Mirandaa. – Abre, querida. – A garota abre a porta e abraça Madisen. – O que aconteceu? – pergunta, fazendo cara de entediada para as amigas atrás de Miranda.


– Minha vida é uma droga! Eu moro num lugar onde não tem shopping, você me expulsou das líderes de torcida e agora o Nate me deu um fora – desabafa Miranda.

– Nat é um galinha. Não fica assim, Mi – diz Madisen, sorrindo, olhando para ela. – E, bom, quanto às líderes... a gente pode resolver isso. – Madisen sorri para Miranda.


Sterling entra na sala e aproxima-se da carteira de Demi.

– Bom dia – diz ele, sorrindo, e estendendo uma rosa azul para ela.

– Bom dia, Sterling – diz ela, pegando a flor.

– Peraí, eu falei com a garota errada – diz Sterling, sentando-se na carteira ao lado dela. – Sabe, eu conheço uma gatinha chamada Demi, que tem um sorriso lindo; mas acho que não é você, né?

– Não tô legal, Sterling, eu...

– Para com isso – diz ele. – Esquece o que aconteceu.

– Não dá – ela baixa cabeça e observa a rosa. Depois olha para Sterling. – Sabia que cada cor de rosa tem um significado? Rosa azul é amizade, se for rosa é paixão moderada, branca é pureza, vermelha é paixão avassaladora.

– Não sabia – diz Sterling. – Mas eu sei o que significa cócegas – ele começa a fazer cócegas nela. Demi ri e os colegas olham para eles. – É isso aí; sorrisos. – Sterling para e Demi sorri para ele.

– Isso vai dar namoro – diz Nathan, sentado ao lado de Jennette, que balança a cabeça.


Na hora do almoço, Leon aproxima-se de Victoria, acompanhado por uma garota.

– Oi, Tori – diz ele, sorrindo. – Posso te fazer um convite?

– Desde que não seja escrever no jornal.

– Ah, não – diz ele. – Na rádio. Keke me disse que você canta pra caramba.

– Isso deve ser coisa da Demi – diz Victoria.

– Ah, nem te apresentei. Essa é Keke Palmer, editora-chefe do jornal da escola.

– Muito prazer, Tori – diz Keke, sorrindo, e apertando a mão dela. – Leon fala tanto de você que até fiquei com ciúmes.

– Que isso, Keke – diz Leon. – Eu e Tori somos amigos. Achei que ela seria ótima pro jornal, mas...

– Demi se candidatou a vaga – diz Keke. – Mas seria legal ouvir você cantar.

– É – diz Victoria, sem graça. – Ahn...a gente se fala – ela vai sentar-se à mesa com as irmãs.

– O que foi, Tori? – pergunta Miley ao ver a cara de tristeza da irmã.

– Nada – diz Tori, chateada.

– Oi, Sel – diz Justin, sentando-se ao lado da garota. – Aceita tomar um sorvete comigo, depois da aula?

– Ahn, Justin, eu...

– Por favor – diz Justin. – Você não tem nada pra fazer hoje à tarde, tem?

– Não, ela não tem – diz Demi, sentada ao lado de Selena. A irmã olha para ela com cara de “não acredito que disse isso.”

– Ótimo – diz Justin, sorrindo, e sai para se juntar aos amigos.

– Demi! – diz Selena, aborrecida. – Eu não posso sair com o Justin.

– Por que? – pergunta Demi. – Por que ele é mais novo e você é conservadora demais?

– Não é isso. É que ainda gosto do Taylor – mente Selena.

– Ah, fala sério. Eu te conheço, Sel. Sei que esqueceu o Taylor há muito tempo... E tá na cara que tá gostando do Justin.

– Psiu. Fala baixo – diz Selena, observando se não tem alguém ouvindo.

– Está vendo? – diz Demi, sorrindo.


– Então, vamos? pergunta Justin a Selena, na saída.

– Eu tenho que ir à casa da Debby – responde ela. – Eu prometi que ia ajudar ela a estudar Matemática.

– Você tá fugindo de mim? – pergunta Justin.

– Não, claro que não – diz ela.

– Vamos, Sel? – pergunta Debby Ryan, aproximando-se. – Olá, Justin.

– Oi, Debby.

– Tchau – diz Selena e as duas saem.

– Desiste – diz David, parado perto de Justin. – Ela não quer trocar fralda – ele ri e sai. Justin sai, aborrecido.


– Ele insiste em querer falar com seus irmãos – diz Mary para Drew, na cozinha. – Ele diz que está arrependido...Eu ter ido falar com ele não adiantou nada. Se os meninos descobrirem, vão me odiar por ter mentido – ela segura a cabeça com os cotovelos apoiados no balcão.

– Não, mãe – diz Drew. – Eles vão entender. A senhora tem que se livrar dessa mentira.

– Eu tenho que pensar em como vou fazer isso – diz Mary.

– Ei, mãe, tô com fome – diz Nathan, entrando na cozinha. – Cadê a Sônia?

– Supermercado – diz Mary, levantando-se. – Eu vou servir o jantar.

– O que aconteceu? – pergunta Nathan. – Vocês estão com umas caras.

– Nada, mano – diz Drew.


A campanhia dos DeLuise toca e Demi vai atender.

– Oi – diz Sterling, sorrindo, e entrega um ramalhete de rosas vermelhas a ela. – Cor certa agora. – Ela sorri.

– Boa noite – diz o sr. DeLuise, vindo da Pizzaria. – E você é...?

– Sterling Stewart – diz o garoto, estendendo a mão.

– Mais um Stewart – diz o sr. DeLuise, apertando a mão de Sterling bem forte. – E o que exatamente você quer com a minha princesa?

– Pai, Sterling é meu amigo – diz Demi. – Ele me ajudou aquele dia.

– Ah. Obrigado, Stewart. Agora circulando. Demi não precisa nem quer um novo namorado.

– Pai! Desculpa, Sterling – diz Demi, envergonhada. – Obrigada pelas rosas.

– Tudo bem – diz ele. – Eu já vou indo. – O garoto atravessa o jardim e a rua.

– Já não basta o tal de Nathan, agora o “Sterding”.

– Sterling – corrige Demi.

– Que seja. Vamos, entre – diz o sr. DeLuise. Demi entra e ele fecha a porta.


Selena sai da casa de Debby e decide ir pela Avenida Beatles porque é mais perto. Quando ela passa na frente do bar, na esquina para Rua Celine Dion, três rapazes, visivelmente bêbados, falam com ela.

– Ei, gata, vem se divertir com a gente.

Selena apressa o passo. Eles seguem-na e a cercam.

– Por que a pressa, linda? – pergunta um deles, pegando no cabelo dela.

– Deixem ela em paz – diz Justin, aproximando-se.

– Por que? O tampinha vai fazer o quê?

– O chefe de polícia não vai ficar feliz em saber que estão mexendo com a namorada do filho dele – diz Justin e os três afastam-se de Selena, que corre para perto do garoto.

– Ah, foi mal – diz um deles. – A gente não sabia que era nora do xerife Austin. – Os três voltam para o carro.

– Tudo bem? – pergunta Justin, abraçando Selena e passando a mão nos cabelos dela. Ela balança a cabeça, com dificuldade de respirar. – Vem – ele passa o braço pela cintura dela e eles começam a descer a rua. – Não deveria andar por essa rua sozinha. Esses idiotas vêm de Los Angeles só pra arranjar confusão e conhecem bem o chefe Austin... Sel, você tá bem? - A garota está com a respiração chiada. – Calma. Tenta respirar – diz ele. – Ah, meu Deus, você tem asma? – Ela balança afirmativamente a cabeça. Justin pega-a no colo. – Já estamos chegando. – Eles entram na Rua Walt Schneider.

Quando Justin entra na varanda dos DeLuise, coloca Selena em pé, abraçando-a, e toca a campanhia.

– O que aconteceu? – pergunta a sra. DeLuise ao abrir a porta. Ela ajuda Justin a levar Selena até o sofá. – Demi, traz a bombinha da Sel, por favor – grita a mãe.

– Sel, respira devagar – diz Justin, olhando nos olhos dela. – Assim, respira... – Ela imita-o. – E expira...Isso.

Demi desce as escadas, acompanhada pelas irmãs, com o remédio na mão. Ela coloca o Refil na boca de Selena e aperta. A garota normaliza, aos poucos, a respiração.

– Mas o que aconteceu? – pergunta a sra. DeLuise. Justin conta tudo a ela. – Selena, não sabe que é perigoso andar sozinha, à noite?

– Eu pensei que não tinha problema. São só nove horas.

– Mesmo assim – diz a sra. DeLuise. – Se seu pai saber disso, ele enlouquece.

– Cheguei – diz o sr. DeLuise, entrando em casa. – Mais um Stewart, né? – pergunta ao ver Justin.

– Não começa, David – diz Maria. – Justin salvou Selena.

– Salvou? O que aconteceu? – pergunta o pai, preocupado. A mulher conta tudo a ele. – Ah, obrigado, Stewart – diz ele, abraçando Selena. – Minhas princesas são minha vida. Se acontecer alguma coisa com elas, eu morro.

– Justin foi um herói – diz Selena, sorrindo. – Herói mentiroso, mas herói.

– Mentira que te salvou – diz Justin, sorrindo.

– É, obrigado, mas agora você pode ir – diz o sr. DeLuise ao perceber os olhares dos dois.

– Pai! – dizem as seis garotas.

– É melhor eu ir mesmo – diz Justin. – Você tá bem mesmo, né? – pergunta a Selena.

– Estou sim.

– Boa noite pra vocês – diz ele e vai saindo.

– Espera – diz Selena, levantando-se, e ele para.

– Obrigada – ela vai dá um beijo na bochecha dele, mas Justin vira a cabeça e os lábios deles se encontram.

– De nada – diz ele e sai.

– Mais uma – diz o sr. DeLuise, balançando negativamente a cabeça. – Os Stewart estão seduzindo todas as minhas princesas.

Maria e as meninas riem.

– Deixa de ser tão ciumento, David! – diz Maria, sorrindo.

– Vamos ser sempre suas filhinhas, pai, mesmo estando namorando – diz Jennette.

– Tori, Miley e Mi, vocês também não estão interessadas em um Stewart, né?

– O da tori é Thomas – diz Miley e sai correndo.

– Miley! – diz Victoria e sai correndo atrás da irmã.

– Victoria, quem é esse tal de Thomas? – pergunta o sr. DeLuise, indo atrás das duas.

Beijos e até breve! :)

7 comentários:

  1. Gostei muito do capítulo, So! Sterling e Demi, aww ♥
    Posso admitir algo? Não gosto da Selena com o Justin xP Não sei... Acho que talvez seja por parte, por eu não gostar dele. Prefiro ela com o David :x But... It's okay :) A história é sua ;)

    xx
    Mah

    ResponderExcluir
  2. Ownt...
    Q fofinhooo!!
    I Lovee o Justin.. e a Sel...
    Vc junto os dois e fico perfeitoo
    Agora soh falta a Demi e o Stee, e a Tori e o Leon
    Eu toh gostando mto da fic Sô!!
    eu queria sabe ateh q cap. vaai
    responde pra mim?!?!
    continua viiu...
    e posta mais de iCarly!!!
    Kiss***
    Byee*¨*

    ResponderExcluir
  3. Estou com a " Mah " Nao consigo imaginar o Justin e a Selena juntos eu pensei que ia ficar ela e o David que é mtoo mai fofo, o resto da fic ficou boa!

    ResponderExcluir
  4. muito legal essa fic e d+
    Passei o fim de semana lendo

    e todas as fic desse blog são D+
    SELRNA E JUNTIN (VIDA REAL)

    PS: quando vc vai postar o resto da fic do harry ( O QUE VAI ACONTECER COM A HERMIONE E SEU AMADO RONY TO NA MAIOR AFLIÇÃO AQUI DESDE QUE LI O COMEÇO E VC NÃO POSTA MAIS. TO QUASE INFARTANDO AQUI )

    ResponderExcluir
  5. Sô, muito obrigado. Palavras como aquelas me incentivam demais a continuar escrevendo. Brigadão mesmo.

    Mas o que aconteceu com seu outro blog que eu estava gostando demais hein? kkk

    Deus te abençõe
    Beijão

    ResponderExcluir
  6. Oiee sou eu denovo!
    vim falar do '' aviso aos leitores ''
    Soraia relaxa assim como nós voce tem uma vida para cuidar e nois leitores devemos acc isso
    Poste quando der sem medo do que vao achar =)

    Mina do blog - Juliana B.

    ResponderExcluir
  7. Oiiii ! ameiiii ! TEMPÃO Q A GENTE NÃO SE FALA ! D= SAUDADES MT'S MT'S . AMÉM ! =D ( E A @THELOVATOBRASIL ) KKkkk

    ResponderExcluir