domingo, 22 de maio de 2011

iCarly fanfic 6 4ª temporada

iCarly ©Dan Schneider and Nickelodeon. All rights reserved.


=^.^= HOR@ DE DECIDIR =^.^=


NO COLÉGIO

– Oi, Freddie – disse Carly, aproximando-se dele, acompanhada por Griffin. – Eu sinto muito pelo que aconteceu. Você não fala direito comigo há uma semana.

– Eu ainda tô muito zangado com você. Sam poderia ter se machucado seriamente e sabe que eu perdi alguém especial por causa de um motorista imprudente.

– Oi – disse Sam, aproximando-se. Freddie abraçou-a.

– Vamos? – perguntou ele a Sam.

– Hoje é dia do iCarly – disse Carly.

– A gente vai comprar um presente pra minha mãe e vai pra sua casa. É aniversário dela amanhã – disse Sam.

– Tchau – disse Freddie e saiu abraçando Sam pela cintura.

– Não fica assim, gatinha – disse Griffin, abraçando Carly. – Vamos. Minha mãe já deve ter chegado – eles saíram.

ESTÚDIO DO iCarly

Freddie e Sam entraram no estúdio, enquanto Carly e Gibby preparavam o cenário para peça patética.

– E pensar que logo teremos que dar adeus – disse Freddie.

– Já decidiram o que vão fazer? – perguntou Sam.

– Já – disseram os três.

– Eu não. Sei que não vou conseguir entrar pra faculdade.

– Ah, loirinha, que isso!? Claro que vai conseguir – disse Freddie. – Vamos começar?

– Não tô com nenhuma animação pra fazer o iCarly hoje – disse Carly.

– Qualé, amiga – disse Sam, sorrindo. – Ânimo.

– Você está bem?

– Tô. Senti dores de cabeça, mas a médica disse que poderia sentir. Não foi nada grave, Carls.

– Em 5,4,3,2... – disse Freddie, passando o controle de efeitos sonoros para Sam e ligando a câmera.

– Oi – disse Carly. – Estamos começando mais um... iCarly – disseram elas juntas.

– E temos uma coisa chata pra dizer – disse Sam. – O iCarly vai acabar.

– Mas não agora – disse Carly. – Quando terminar o ano letivo.

– Enquanto isso vamos nos divertir – disse Sam. – Vamos começar com mais uma peça patética...

DEPOIS DO iCarly

– Ei, pessoal, não esqueçam que minha exposição é amanhã – disse Spencer, quando os garotos desceram.

– Estaremos lá – disse Freddie. A campanhia tocou e Carly foi atender – era Griffin. Eles abraçaram-se e se beijaram.

– Alguém aí tá afim de taco de macarrão? – perguntou Spencer. Todo mundo disse “sim”. – Pra cozinha.

– Benson, eu quero falar com você – disse Griffin, enquanto os outros iam para cozinha. – Sei que não somos amigos, mas a Carly é sua amiga e tá muito triste por você não perdoar ela. Qualé, cara? Ela não tinha intenção de machucar ninguém.

– Quando ela pegou o carro, sem saber dirigir, ela sabia que poderia causar um acidente.

– E você nunca errou!? Ninguém é perfeito, Benson. Carly tá sofrendo com sua rejeição. Não acha que é castigo suficiente? Não é culpa dela o que aconteceu com seu pai.

– Eu sei. Não tô dizendo que é – disse Freddie, olhando para Carly, na cozinha.

– Sam tá bem – disse Griffin. – Perdoa a Carly, em nome da amizade de vocês. – Freddie pensou um pouco, observando as duas garotas rirem de alguma coisa que conversavam.

– Carly – chamou ele, por fim.

– Oi. – As duas foram para sala.

– Eu desculpo você pelo acidente.

– Sério? De coração?

– De coração. – Carly abraçou-o e ele retribuiu o abraço.

– Eu sinto muito e não vai acontecer de novo, eu prometo – disse Carly, sorrindo.

– Isso é ótimo – disse Sam, feliz. – Já estava aborrecida de ver vocês brigados.

– Tudo certo agora – disse Griffin. – Duas novidades: minha mãe disse que vai me dar um carro e ela deixou eu ir pro Campeonato. – Ele e Sam bateram-se as mãos espalmadas.

– Minha mãe vai levar a gente – disse ela.

– Você não se importa se eu não for, né? – perguntou Carly a Griffin.

– Claro que não. Sei que não gosta de motocross. – Ele abraçou-a e deu-lhe um beijo na bochecha.

– Mesmo se gostasse, ela não iria – disse Spencer, da cozinha. – É perigoso e ela tá de castigo.

DI@ SEGUINTE

– Vamos, Carly – gritou Spencer, para cima. – Você vai para uma exposição e não para um casamento.

– Tô aqui – disse ela, descendo as escadas.

– Vai voltar com Guppy quando ele ficar com sono – disse Spencer.

– Mas ele dorme cedo – reclamou Carly. – Isso não faz parte do meu castigo.

– Eu decido o que faz parte do seu castigo... Vamos, Gibby.

– Ah, tenho que ir – disse ele a Tasha, ao telefone. – Te amo... Não, eu te amo mais... Desliga você... Eu não. Você...

– Desliga agora ou eu vou pagar a conta com a sua mesada – disse Anna.

– Tchau, princesa. Te amo! – Gibby desligou.

– Vale dar café a ele? – perguntou Carly, enquanto saíam.

– Não – responderam Spencer e Anna, ao memso tempo, virando-se para ela.

N@ EXPOSIÇÃO

Spencer estava dando entrevistas, enquanto as pessoas apreciavam seus trabalhos.

– Parabéns, Spencer – disse Shay, depois de um tempo do início do evento. – Todas as esculturas à venda foram reservadas.

– Sério? – disse Spencer, surpreso. E foi parabenizado por todos.

– Griffin, eu tenho que ir. Hoje o dia foi bem estressante no trabalho e eu estou cansada – disse a sra. Peterson.

– Leva Carly e o Guppy, por favor? – perguntou Spencer.

– Ah, não – disse Carly.

– Levo, sim – disse a sra. Peterson. – Parabéns, Spencer. Que essa exposição seja apenas o começo.

– Obrigado, sra. Peterson. – Carly pegou Guppy dormindo dos braços de Anna.

– Eu levo, gatinha – disse Griffin, ao ver o esforço que a garota estava fazendo. Carly passou o garoto para ele. Eles despediram-se e saíram.

ESTÚDIO DO iCarly

– Vocês acreditam nesse negócio de teste vocacional? – perguntou Sam.

– Acho que sim – disse Carly. – Eu fiz e deu Medicina e é o que eu quero.

– Eu tô em dúvida entre Pedagogia e Relações Exteriores – disse Gibby.

– Gente, já passou da hora de decidir – disse Freddie. – Já enviei pedidos de admissão para várias faculdades.

– Eu também – disse Griffin.

– Tenho mesmo que fazer faculdade? – perguntou Sam.

– Tem – responderam Freddie e Carly.

– Então, tá – disse Sam. – Vou fazer Artes Cênicas.

– Não sabia que queria ser atriz, loirinha – disse Freddie.

– É legal você poder ser várias pessoas e continuar sendo você... E, pensa, eu posso fazer um filme com o Johnny Depp, um dia. E, se é pra estudar, melhor uma coisa divertida.

– E você, Gibby? – perguntou Carly.

– É, acho que vou ficar com Pedagogia.

– A gente deveria ir pra mesma faculdade – disse Griffin.

– Seria bem divertido – falou Sam.

– E o iCarly? – perguntou Carly. – Vamos continuar o show ou não?

– Acho que não vai dar pra continuar – disse Freddie.

– É muito triste, mas fazer o quê? – disse Carly.

– “Porque simples, naturalmente, tudo tem que acabar” – falou Sam. O celular dela tocou. – É minha mãe. Vamo, Griffin?

N@ RECEPÇÃO

– Cuida do Griffin e não deixa nenhuma garota chegar perto dele – disse Carly a Sam.

– E cuida da minha loirinha. Não deixa os bad boys chegarem perto dela – disse Freddie a Griffin.

– Pode deixar – disse Griffin.

– “O que os olhos não veem, o coração não sente” – disse Sam.

– O que os olhos não veem, eu conto – corrigiu Griffin.

– Ei, você é meu amigo – Sam.

– Se eu ficar com alguém, você conta pra Carly?

– Claro que sim.

– Ah, então... Brincadeira, viu, gatinha? – Ele abraçou Carly. – Sabe que eu não te trocaria nem pela Miley Cyrus, né? – mesmo tendo uma queda por ela.

– Eu sei – Carly riu.

– Também tava brincando – disse Sam a Freddie, abraçando-o. Griffin despediu-se da mãe e Pam, de Lewbert. Eles saíram.

– Alguém aí acha que a gente não deve se preocupar deixando esses três irem a um campeonato de motocross sozinhos? – perguntou Carly.

– Não – responderam Lewbert, a sra. Peterson e Freddie.

Comentar é divertido! Diga-me o que achou!!!!

2 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHH'
    Tah acabanduuuuuuuuuu............
    BUAA BUAA BUAA BUAA!!
    NAUM FAÇA ISSO COMIGO SORAYAA!!
    VOH ENTRA EM DEPRESSAO....
    =¨(
    I's the end of my life!!!!!!!!!!!!!!!

    Mais.. em relaçao a fic tah otimaa..
    essa fico fofa
    (engraçado a Sam escolher Artes Cenicas)

    Soraya..foi mal naum comenta em umas fic's aii..
    eh q tava sem internet!!
    mais gostei de todas..
    (MENOS QUANDO A COISA DA CARLY MACHUCO A SAM!! FICARIA COM MUITA RAIVA IGUAL MEU FREDDELICIA... se fosse eu demoraria muuiiiitoo pra perdoa)
    mais q seja..
    a fic eh sua e vc faz oq quiser..
    Mais soh naum acaba com as fic's de iCarly..
    Faz otra.. ou uma continuaçao..
    Sei Lah!!
    MAIS NAUM PARA DE ESCREVEEE!!!!
    PLEASEE!!!!!!!!
    Boom...
    Espero mais post's
    Kiss**
    Byee*¨*

    ResponderExcluir
  2. a fic ficou bem legal,que pena que já está acabando!

    sou o joão victor,só estou como anonimo pq eu não to conseguindo entrar na minha conta google!

    ResponderExcluir